Corações que transformam
o mundo

O dia a dia apresenta tantos desafios! 

Muitas vezes nossas preocupações e ocupações cotidianas são tantas que não percebemos que nossos problemas poderiam ser mais facilmente enfrentados com uma ação coletiva.

Olhando para o lado, vemos que estamos enfrentando questões parecidas, mas cada um tentando dar
seu jeito sozinho.

Ao longo da história, podemos ver que os direitos conquistados e a melhoria da vida das pessoas foram resultados da organização de muita gente, do esforço e da dedicação de milhares de pessoas em torno de objetivos comuns. 

E, muito importante: da combinação de diversas ações locais simultâneas.

Muito além do voto, nossa contribuição como cidadãos nasce do sentimento de pertencimento e do reconhecimento de nossa co-responsabilidade na criação da realidade ao nosso redor.

Porém é comum querermos fazer algo, mas não sabermos por onde começar ou exatamente como poderíamos contribuir.

Você irá conhecer iniciativas de pessoas que resolveram olhar em volta - para suas comunidades e cidades, arregaçar as mangas e, unindo corações e vontades, transformar suas realidades!

Paraisópolis é a segunda maior favela de São Paulo e vem controlando a pandemia  melhor do que o município e serve de exemplo de políticas públicas em territórios de vulnerabilidade. 

Com organização comunitária, o sistema
de “presidentes de rua” monitora, orienta e ajuda
as famílias da comunidade. Conheça essa iniciativa
de sucesso!

No ano de 2005, Rene Silva, um garoto de 11 anos fundou, no Morro do Adeus, o jornal comunitário VOZ DAS COMUNIDADES.
Em 2018 recebeu prêmio como um dos 100 negros, com menos de 40 anos, mais influentes no mundo.

O Voz das Comunidades é um portal de notícias do Complexo do Alemão que foca nos problemas sociais das 13 favelas que o compõem e também nas suas potências culturais e na vida cotidiana.

A Tamo Juntas, Assessoria Multidisciplinar Gratuita para Mulheres em Situação de Violência, é uma organização não governamental sem fins lucrativos, fundada em maio de 2016, em Salvador, Bahia.

As profissionais atuam voluntariamente e atendem mulheres em diversas regiões do Brasil.

PROMOTORAS
LEGAIS POPULARES

 São lideranças comunitárias que escutam, orientam e auxiliam outras mulheres a ter acesso à justiça e aos serviços que devem ser procurados quando sofrem algum tipo
de violação de seus direitos.

Se você quiser conhecer a história dessas mulheres, assista a esse TED inspirador!

A Redes da Maré , instituição da sociedade civil começou em 1997, a partir da iniciativa de moradores e ex-moradores oriundos de algumas das 16 favelas que formam a Maré e de outras partes da cidade do Rio de Janeiro.

Em 1992, Frei David fundou o Projeto EDUCAFRO, rede de cursinhos pré-vestibulares comunitários que tem a missão de promover a inclusão de estudantes nas universidades públicas e particulares (com bolsas de estudos), contando com a atuação de professores voluntários nos núcleos, presentes em diversos estados do Brasil.

FA.VELA
Uma vela que impulsiona e dá direção a diversos planos de vida! Uma organização sem fim lucrativo que atua como um hub de educação
e aprendizagem empreendedora, inovadora, digital
e inclusiva.

E aí?

Imagens

Revisão

Produção de Web Stories

Texto

Pixabay, Câmara dos Deputados, Agência EBC, 

Alessandra Watanabe

Ana Paula Faria

Alice Gomes
Ana Paula Faria

Juliana Werneck

Corina Castro

Márcio Martins

Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento

Coordenação de Educação para Democracia

Coordenação de Educação à Distância